domingo, 24 de maio de 2009

Quero


Eu quero!

Eu quero falar de amor.
Dos "desamores" e das paixões que a vida me deu.
Eu quero pirar de saudade
Despistar a vaidade e encontrar você.

Eu quero rir de mim mesma
Das palavras impensadas
Das insanidades da vida.

Mas...silêncio.
Eu preciso de um minuto de silêncio pra pensar.
Pra retomar o fôlego e voltar a gritar.
Pra colocar a cabeça sobre os ombros
e voltar a rimar.

Rimas
Rimas
Rimas
Quantas rimas seriam necessárias?

Nenhuma!

Porque teus olhos são castanhos
E teus lábios vermelhos
Teu corpo é branco como a neve
E teus cabelos castanhos.

Nada de rima....
Porque rimar remete um ser igual.
E de gente igual o mundo esta cheio.


Anne

6 comentários:

meus instantes e momentos disse...

vim conhecer teu blog e gostei daqui.
Vou voltar com certeza.
Apareça,
Maurizio

C. disse...

Meu dicionário é tão pequeno que "amor" só rima com "dor". Enquanto outros tipos de amor, rimam com glamour. Não é?

Jéssica disse...

E quem não quer falar de amor?
São sempre as melhores frases.


Obrigada pela visita!;)

Há braços!

Srt° eMuxiNha disse...

Anneeeeeeee \o/
vou reativar meu blog depoix da uma olhadiinha la..e o seu continua liindoo como sempre ^^

Brysa L... disse...

Nossa, tinha tempos que não vinha aqui! Que ótimo o poema!

Silly disse...

Guriah isso daria uma puta musicaaaaaaaa ....

tipo com aqueles solins de guitarra estilo Led "zepplin" hahahahahaha ...

brizei ...

mas ai curti mto

Bjim